Revista Lubes em Foco
Renovação de licenças no API só até 31 de março.
 Imprimir     Indicar para amigo
Aproximadamente, 12 mil óleos lubrificantes para motores, em todo o mundo, estão licenciados para utilização da marca do Instituto Americano de Petróleo – API, também conhecida como donut, e também da certificação chamada starburst. Todas essas licenças terão seus prazos expirados, senão renovados até o dia 31 de março de 2015.

Somente os produtos atualizados em suas certificações serão autorizados a utilizadas as referidas marcas registradas pelo API.

O aviso foi dado por Kevin Ferrick, gerente do Sistema de Licenciamento e Certificação de Óleos de Motor – EOLCS, do API, durante a última conferência panamericana da ICIS, em dezembro de 2014, em New Jersey. Até o início de janeiro, os números da entidade apresentavam cerca de 650 empresas licenciadas em todo o mundo, sendo 49% delas nos Estados Unidos, Canadá e México, ficando a Ásia e Austrália com 37%, Europa e Oriente Médio com 11%, e cerca de 3% com América do Sul e Caribe, ficando a África com menos de 1%.

Ferrick explicou que todas as renovações de licenças devem ser realizadas por meio da página do API na Internet, dedicada aos óleos de motor, e protegida por senha, em https://engineoil.api.org/AccountManager/WelcomeMarketer.

O processo de renovação requer que os licenciados assinem o acordo de licenciamento, informando o volume de vendas e indicando a forma de pagamento da taxa, que poderá ser feito por cartão de crédito. Essa taxa tem o valor fixo por ano de US$3,000.00 por empresa e não por produto. A empresa licenciada poderá incluir quantos produtos desejar.

Todos os participantes também pagarão o equivalente a US$0.005 (meio centavo de dólar) por galão, do total de suas vendas, a partir do primeiro milhão de galões. Os membros do API pagarão o mesmo valor dos não-membros e, após a confirmação do pagamento, a licença será válida até a data de 31 de março de 2016.

“As licenciadas são responsáveis por todos os testes necessários para comprovar a conformidade de seus produtos com o Sistema de Licenciamento e Certificação de Óleos de Motor – EOLCS do API”, informou Ferrick.

Desde o ano passado as renovações são feitas por meio eletrônico, e os dados inseridos pelos licenciados diretamente na página da Internet.

Todos os óleos licenciados pelo API podem ser encontrados em sua base de dados, em https://engineoil.api.org/Directory/EolcsSearch. Vendedores e compradores do mundo inteiro podem pesquisar essa base de dados e verificar se um determinado óleo está realmente registrado no sistema e está apto a colocar as marcas em seus rótulos.