Revista Lubes em Foco
Petrodidática conquista certificação ISO 9001.
 Imprimir     Indicar para amigo
A Petrodidática, maior fabricante nacional de equipamentos para laboratórios da área petroquímica, acaba de conquistar a certificação ISO 9001:2008. A empresa com sede em Guarulhos (SP) é a primeira companhia do País em sua área de atuação a receber o certificado. Atualmente, o setor de lubrificantes reponde por 50% da clientela da empresa, que atende também indústrias das áreas de concreto, solo, tintas e vernizes.

Durante os meses em que foi avaliada para a certificação, a Petrodidática fez uma série de melhorias em seus procedimentos e adequou todos os departamentos para o aumento de eficiência. Foram implementados conceitos de produção baseados em filosofias de gestão 5S, Just in Time, ciclo PDCA e eliminação de estoques Lean Manufacturing.

Tudo para atender o cliente com mais qualidade, agilidade e precisão.

“A ISO 9001 é resultado de nosso compromisso de oferecer o melhor em equipamentos para laboratórios”, enfatiza Danilo Grazziotin, gerente Comercial da Petrodidática. “Por serem fabricados no País, nossos equipamentos chegam a custar até 70% menos que os importados e oferecem qualidade equivalente.”

Atualmente, o setor de lubrificantes é responsável por 50% da clientela da Petrodidática, que atende também indústrias das áreas de concreto, solo, betume, tintas, vernizes, além de fornecer equipamentos de laboratório para escolas e universidades. Ao todo, o portfólio da empresa é composto por mais de 50 tipos diferentes de equipamentos de medição, que efetuam análises químicas, petroquímicas, físicas e biológicas.

Fundada em 1986 pelo executivo Lino Grazziotin, a Petrodidática conta com parque fabril com 3000 m2 e 1.800m2 de área construída na região de Nova Bonsucesso, em Guarulhos (SP). A companhia emprega 25 colaboradores e fornece seus equipamentos para clientes de todo o Brasil.

De acordo com o gerente Comercial da empresa, além do preço outra grande vantagem em adquirir equipamentos para laboratório fabricados no Brasil deve-se à facilidade para obter peças no caso de manutenção, bem como a rapidez no atendimento. “Ao optar por equipamentos nacionais, as máquinas não ficam paradas à espera de uma peça chegar do exterior e a produtividade não é comprometida. Manter os laboratórios dos clientes em pleno funcionamento é um dos maiores compromissos de nossa companhia”, enfatiza Grazziotin.

Fonte: Diálogo Assessoria de Imprensa