Lubes em Foco adota nova metodologia para seus números.
 Imprimir     Indicar para amigo
A metodologia para análise dos números do mercado de lubrificantes utilizada pela revista Lubes em Foco irá sofrer uma pequena alteração. Os volumes de óleos de transmissão e engrenagens automotivas serão definitivamente somados aos volumes de óleos de motor e serão apresentados como óleos automotivos. Essa mudança trará uma melhor adaptação das pesquisas da revista aos procedimentos das empresas do mercado.

Conforme a explanação do consultor Pedro Belmiro, no 4° Encontro com o Mercado – América do Sul, dias 28 e 29 de maio, promovido pela revista Lubes em Foco, a nova forma de apresentar os dados do mercado, elevará a já tradicional proporção de 60/40, entre os óleos automotivos e os industriais, para perto de 70% para os automotivos e 30% para os industriais, sendo os óleos básicos incluídos nesses últimos.

De acordo com Belmiro, o mercado brasileiro de lubrificantes, que em 2013 chegou a 1,52 milhões de metros cúbicos, teria nessa nova metodologia, os seguintes números:
  • Automotivos: 1.060.500 m3 (69,8%)
  • Industriais: 425.535 m3 (28,0%)
  • Óleos básicos: 33.965 m3 (2,2%)
As apresentações do evento bem como a galeria de fotos poderão ser encontradas na página da revista na internet, em www.lubes.com.br