Revista Lubes em Foco
Boletim da ANP revela melhora significativa na qualidade.
 Imprimir     Indicar para amigo
O boletim da qualidade relativo aos meses de julho e agosto, publicado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP , traz a boa notícia de que o percentual de não conformidade por qualidade caiu para o menor nível até agora, atingindo os 13,7% das amostras analisadas. Os problemas quanto a registros e rótulos tiveram ligeira alta e ainda preocupam.

Mostrando uma nítida tendência de melhora ao longo deste ano, a não conformidade quanto à qualidade dos óleos lubrificantes analisados pela ANP atingiu o nível recorde de 13,7%, vindo de um patamar de 21,2% em abril e 18,1% em junho, conforme nos mostra o gráfico abaixo:



Segundo o boletim, as não conformidades com relação a registros subiram para 10,4%, após atingirem a 7,2% no bimestre maio-junho, e os problemas com rótulos tiveram ligeira alta, saindo de 13,1% para 13,7% no período de julho-agosto.

A Agência informa que as amostras foram coletadas em postos revendedores e pontos de venda (supermercados, lojas de autopeças, concessionárias de veículos e atacadistas), nos seguintes estados: Alagoas, Bahia, Ceará, EspíritoSanto, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo.

O procedimento de coleta seleciona amostras de forma a não repetir marcas comerciais, atingindo com isso, o maior número de marcas disponíveis no mercado.

Os detalhes dos dados desse bimestre, bem como a lista dos produtos e empresas podem ser encontrados na página da Agência, em www.anp.gov.br/?id=624