Revista Lubes em Foco
Raízen inaugura fábrica de envase de Arla 32.
 Imprimir     Indicar para amigo
A Raízen, joint venture entre a Shell e a Cosan, inaugura em 2 de outubro, em Araucária (PR), a primeira fábrica para envase de Arla 32, cujo nome comercial é Shell Evolux. A planta tem capacidade de envase mensal de 1 milhão de litros e teve um investimento de R$ 2 milhões para sua construção.

A planta fica ao lado da fábrica da Fosfértil, da Vale Fertilizantes, que produz o Arla para a Raízen. O produto envasado em Araucária atenderá os mercados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

“O mercado ainda não está desenvolvido o suficiente para justificar essa capacidade”, disse Leonardo Piuzana Alvares, gerente de projetos de infraestrutura da Raízen . A utilização do Arla foi introduzida em janeiro de 2012, juntamente com o diesel de baixo teor de enxofre, o S-50.

A expectativa é de que a utilização do agente redutor cresça rapidamente. A Raízen estima um mercado potencial de 2 bilhões de litros nos próximos anos, com a empresa detendo uma fatia do mercado de 100 milhões por ano em cinco anos, o que deve gerar uma receita de cerca de R$ 250 milhões.

Atualmente, os maiores mercados consumidores são São Paulo e em Minas Gerais. “O consumo de São Paulo já é atendido pela fábrica de Araucária. Para Minas Gerais, estamos analisando investimentos em outra planta de envase. Por enquanto, utilizamos o serviço de terceiros”, disse Alvares.

Na rede Shell, o Arla é vendido em embalagens de 10, 20, 200 e 1.000 litros. A expectativa é de que, em breve, pequenos caminhões ofertem o aditivo a granel para clientes com boa demanda pelo produto, como concessionárias e transportadoras. O nome Shell Evolux também estará associado ao diesel S-50 vendido nos postos da marca.

Fonte: Agencia Estado