Revista Lubes em Foco
Repsol e SKL assinam acordo para produção de grupo III.
 Imprimir     Indicar para amigo
As duas empresas assinaram um acordo para a construção de uma planta que produzirá óleos básicos do grupo III para venda ao mercado europeu, visando reduzir a dependência das importações. O investimento total é estimado em 250 milhões de Euros e espera-se a entrada em operação em 2014.

As bases de grupo III utilizam-se para a produção de óleos lubrificantes de última geração, ideais para os motores Euro VI, que serão obrigatórios na Europa a partir de 2014, e contribuem para a redução das emissões de gases de efeito de estufa.

Com um investimento total previsto superior a 250 milhões de Euros, a produção da nova unidade destinar-se-á fundamentalmente ao mercado europeu, diminuindo assim a dependência que este mercado tem das importações.

Repsol terá uma participação de 30% na nova unidade de produção, que estará operativa em 2014, e a South Korean Lubricants - SKL participará com os restantes 70%.

A unidade, que se situará junto à refinaria de Repsol em Cartagena, utilizará como matéria-prima o fundo das unidades de hidrocraqueamento das refinarias de Repsol de Tarragona e Cartagena. As novas instalações terão capacidade para processar mais de 600.000 toneladas/ano, convertendo-se na maior unidade de produção deste tipo da Europa.

Este acordo vem reforçar a colaboração já existente entre Repsol e SK noutros campos, como o de GNL e a exploração de hidrocarbonetos.

SKL é uma das companhias líder no mercado mundial de Bases Lubrificantes de grupo 3. É uma filial do grupo SK Holdings, o terceiro maior conglomerado empresarial da Coreia do Sul em termos de ativos totais, com presença nos setores das telecomunicações, serviços, engenharia, tecnologias e energia, sendo também a mais importante companhia de refinação de petróleo da Coreia.

Fonte: Repsol